Administração de Medicamentos por Via Oral – Vantagens e Desvantagens

Você quer saber mais detalhes sobre a a administração de medicamentos por via oral? Se sim, está na página certa. Esse artigo vai lhe dizer tudo o que você precisa saber sobre este medicamento e quais os cuidados ao tomar com relação a eles.

Administração de Medicamentos por via oral

A administração de medicamentos por via oral é de longe a mais simples e menos ansiosa. No entanto, a via oral deve ser evitada em pacientes com náuseas, vômitos, jejum ou dificuldade para engolir.

A medicação pode ser para um único paciente (preparado para o paciente de acordo com uma prescrição individual) ou comum na farmácia. Alguns lugares têm comprimidos selados em embalagens individuais e outros em frascos.

 

Conceito

Via oral é entendida como a via de administração de medicamentos em que é realizada a deglutição ou da sua introdução diretamente no estômago através de sondas. A absorção acontece em três locais:

  1. Boca;
  2. Estômago; e
  3. Intestino Delgado.

 Leia também:

Como Fazer o Cálculo de Heparina

Principais Vias de Administração de Medicamentos

Princípios Básicos da Administração de Medicamentos

Exercícios Cálculo de Gotejamento

Cuidados gerais

  • Armazenar os recipientes e a área de trabalho antes de sair
  • Nunca deixe remédios sem vigilância
  • Bloquear o carrinho de medicação se você tiver que sair
  • Nunca deixar medicamentos drogas na cabeceira do paciente, exceto no caso de autoadministração
  • Use um cortador de pílula para quebrar comprimidos sem uma ranhura (se necessário)
  • Não esmagar comprimidos de ação prolongada

 

Equivalência de medidas

Vale ressaltar que devemos ter noção de equivalência de medidas para fins de administrar doses medicamentosas por via oral, a saber:

  • 1 colher de sopa = 15 ml
  • 1 colher de sobremesa = 10ml
  • 1 colher de chá = 5ml
  • 1 colher de café = 3ml
  • 1 ml = 20 gotas
  • 1 gota = 3 microgotas

 

Particularidades e precauções para a administração

É importante frisar que a técnica utilizada para realizar a administração de medicamentos por via oral é por técnica limpa e não estéril, uma vez que a cavidade oral não estéril.

Via oral = técnica limpa.

Verifique a folha de administração de medicamentos. Se necessário, verifique a precisão e a data da prescrição médica. Por exemplo, se o registro manual da prescrição, questionamento ou mal-entendido.

  1. Lave suas mãos.
  2. Depois de ler o cartão do prontuário, o plano de cuidados ou o perfil do medicamento, leve os medicamentos ao local apropriado (farmácia, armário, carrinho de medicamentos, geladeira).
  3. Compare o rótulo do medicamento com o plano de cuidados.
  4. Identifique os pillboxes inserindo o nome e o número da sala do paciente e deposite os tablets se a administração não for imediata
  5. Prepare um copo de água

Com o paciente

  1. Identifique a pessoa (chamada, número de arquivo, pulseira)
  2. Informe resumidamente sobre os dados dos medicamentos
  3. Ajude a pessoa a se estabelecer na posição de Fowler. A posição lateral é a segunda posição mais segura
  4. Dê o comprimido com água
  5. Fique ao lado da cama até ele engolir a medicação
  6. Reinstale a pessoa
  7. Lave suas mãos
  8. Registre a medicação doada, o tempo de administração e quaisquer observações relevantes e assine o perfil farmacêutico ou o plano de cuidados

 

Administração de medicamentos via sublingual (SL)

Um medicamento é administrado por via sublingual quando é colocado e mantido sob a língua até se dissolver completamente. (O medicamento não deve ser engolido até que se dissolva)

  • Coloque o comprimido debaixo da língua
  • Deixar dissolver sem engolir a saliva por cerca de dois minutos
  • Administrar após outros comprimidos
  • Para nitroglicerina sublingual, spray sobre ou sob a língua, se houver dor retroesternal por até 3 vezes, consulte o procedimento

 

Vantagens e desvantagens de Administração de Medicamentos por Via Oral

A administração de medicamentos por via oral pode ter as seguintes vantagens e desvantagens:

Vantagens:

  • Fácil de usar pelo próprio paciente;
  • Barato;
  • Tratamento ambulatorial.

Desvantagens:

  • Risco de dano por suco gástrico;
  • Risco de degradação pelo fígado;
  • Risco de irritação do trato digestivo;
  • Atraso antes do aparecimento do efeito;
  • Ineficácia em caso de vômito;
  • Interações medicamentosas;
  • Odores potenciais e gostos desagradáveis;
  • Impossibilidade de administração em coma.

Boa parte destes sintomas só aparecem no caso de automedicação sem receita médica.

 

Conclusão

Administração de Medicamentos por Via Oral é algo fácil de entender, tendo em vista que esta é a mais conhecida e mais aplicada. Saber sobre o assunto é essencial quando se trabalha na área da enfermagem. Sendo assim, tenha em mente as informações que você aprendeu aqui, e se possível volte a essa página sempre que esquecer de algo.

Se você é uma pessoa que tem amor pela enfermagem, vai gostar de conhecer minha loja, onde você encontra vários produtos com temas baseados em enfermagem. Confira agora mesmo.

Marcus Vinícius

Olá, meu nome é Marcus Vinícius. Sou blogueiro, enfermeiro e responsável técnico pelo Centro de Atenção Psicossocial CAPS I do Município de Lagoa da Prata/MG. Este blog tem o objetivo de trazer um conteúdo esquematizado e de fácil assimilação. Aproveite e entre em contato em caso de dúvidas e sugestões!

Website: http://www.enfermagemesquematizada.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *