Vasopressina – Hormônio Antidiurético (ADH)

Hormônio Antidiurético

Hormônio antidiurético também chamado de vasopressina tem a função de diminuir a diurese com a finalidade de corrigir a osmolaridade sangúinea. Por exemplo, quando ingerimos sal, este cai na corrente sanguínea aumentando a osmolaridade (aumento de sal causa aumento de líquido extracelular e consequentemente, aumento da pressão). Este aumento da osmolaridade sanguínea ativa osmorreceptores situados no hipótálamo, que começa a secretar o hormônio antidiurético, que desce até a hipófise posterior, e cai na circulação.

Mecanismo de Ação

O hormônio antidiurético age nos rins, especificamente no túbulo contorcido distal e túbulo coletor aumentando a atividade de aquaporinas. Estas proteínas são canais de água que fazem a absorção da água livre, desta forma, diminuindo a diurese e aumentando o plasma de modo a reequilibrar osmolaridade e promovendo a regulação da pressão arterial.

No entanto, o hormônio antidiurético não promove a reabsorção de soluto, pois, se fizesse também a reabsorção de soluto, não haveria a correção da osmolaridade uma vez que esse aumento da osmolaridade plasmática decorre do aumento da proporção de soluto em relação á quantidade de água no sangue.

Controle da Concentração da Urina

O controle da concentração urinária é feito através de um sistema de feedback muito efetivo com a finalidade de regular a osmolaridade e a concentração de sódio plasmático desta forma:

  • Quando ocorre a diminuição de água no corpo (aumento expressivo de solutos (ex.: sal) nos líquidos corporais) há um aumento da secreção de hormônio antidiurético. A alta osmolaridade é detectada por osmorreceptores situados no hipotálamo.Este passa a produzir o hormônio antidiurético que é secretado pela hipófise posterior. Quando o hormônio chega aos rins, promove o aumento da permeabilidade dos túbulos contorcidos distas e túbulos coletores á água. Isso faz com que grande quantidade de água seja reabsorvida sem absorver soluto, de modo a corrigir a osmolaridade;
  • Quando ocorre um aumento da concentração de água no corpo (diminuição da osmolaridade), há uma diminuição da secreção de hormônio antidiurético . A baixa concentração plasmática de água faz com que os osmorreceptores hipotalâmicos deixam de ser ativados diminuindo por sua vez a secreção de hormônio antidiurético pela hipófise posterior. Com a diminuição da concentração plasmática do hormônio, há uma redução da permeabilidade dos túbulos contorcidos ditais e túbulos coletores promovendo assim o aumento da perda de água por meio da diurese.

Leia também: Sistema Renina Angiotensina Aldosterona

Referência Bibliográfica

GUYTION A. C. & HALL J. R. Tratado de Fisiologia Médica, 12ª edição, Guanabara Koogan, RJ, 2011, 363-397.

Marcus Vinícius

Olá, meu nome é Marcus Vinícius. Sou blogueiro, enfermeiro e responsável técnico pelo Centro de Atenção Psicossocial CAPS I do Município de Lagoa da Prata/MG. Este blog tem o objetivo de trazer um conteúdo esquematizado e de fácil assimilação. Aproveite e entre em contato em caso de dúvidas e sugestões!

Website: http://www.enfermagemesquematizada.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *