Transporte Ativo

O transporte ativo é o transporte de soluto realizado contra o gradiente de concentração e com gasto de energia, ou seja, é o transporte do local onde uma molécula está menos concentrada para o local onde ela está mais concentrada.

 

Transporte Ativo e Passivo

O transporte ativo é o transporte de soluto contra o gradiente de concentração utilizando energia. Já o transporte passivo é o transporte de soluto ou solvente a favor do gradiente de concentração sem gasto de energia.

São exemplos de transporte passivo a difusão simples, difusão facilitada ou osmose.

Um bom exemplo de transporte ativo é a bomba de sódio e potássio.

 

Bomba de sódio e potássio

Também chamada de Na+/K ou Na+/K+-ATPase, a bomba de sódio e potássio  é uma proteína que atravessa o exterior e interior da membrana plasmática, ou seja, a bomba de sódio tem contato com o meio intra e extracelular.

No interior da célula, a bomba apresenta um local para ligação com os íons de sódio. Ao se ligar com três moléculas de Sódio, a bomba de sódio tem o seu ATP hidrolisado. Em seguida as moléculas de sódio são liberadas para fora da célula.

Fora da célula, a bomba sofre uma conformação tornando-se incompetente para se ligar ao sódio e competente a ligar-se com íons potássio. Agora a bomba liga-se a dois íons potássio transportando-os ao interior da célula.

Importante: Para cada três íons de sódio transportados para fora da célula, dois íons potássio são transportados para dentro da mesma. Como a saída de sódio é maior de que a entrada de potássio, ocorrerá uma diferença de potencial de membrana dentro e fora da célula, tornando-a negativa no meio intracelular e positiva no meio extracelular.

transporte ativo

Figura: Transporte Ativo
Fonte: Profª Cíntia Schneider (2018), site: http://www.sogab.com.br

Potencial de Repouso da Membrana

É o nome dado ao potencial eletronegativo criado no interior da célula em consequência à bomba de sódio e potássio. Podemos dizer que a membrana está polarizada.

 

Resumo Bomba de Sódio e Potássio

  1. Bomba se liga a três íons sódio dentro da célula;
  2. O ATP é convertido em ADP liberando energia;
  3. A bomba transporta os íons sódio para fora da célula;
  4. No meio extracelular, a bomba se liga dois íons potássio;
  5. Terminando com a energia oferecida pelo ATP, a bomba volta a assumir a sua posição inicial levando consigo o potássio liberando-o no meio intracelular.

 

 

 

Marcus Vinícius

Olá, meu nome é Marcus Vinícius. Sou blogueiro, enfermeiro e responsável técnico pelo Centro de Atenção Psicossocial CAPS I do Município de Lagoa da Prata/MG. Este blog tem o objetivo de trazer um conteúdo esquematizado e de fácil assimilação. Aproveite e entre em contato em caso de dúvidas e sugestões!

Website: http://www.enfermagemesquematizada.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *