caps

O que é um CAPS?

caps-1-252x300 caps

O Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) ou Núcleo de Atenção Psicossocial é um serviço de saúde de referência e tratamento para pessoas que sofrem de transtornos mentais, psicoses, neuroses graves e usuários de álcool e outras drogas cujo quadro sintomático ás impossibilite impossibilite de exercer as atividades de vida diária e viver em comunidade.

 

Qual o objetivo do CAPS?

O objetivo do CAPS é ser substitutivo ao hospital psiquiátrico oferecendo atendimento á população de sua área de abrangência, realizando acompanhamento clínico e a reinserção social dos usuários pelo acesso ao trabalho, lazer, exercícios dos direitos civis e fortalecimento dos laços familiares e comunitários sem que os pacientes saiam de sua comunidade e do amparo familiar para o tratamento.

O CAPS é um serviço de urgência psiquiátrica que visa o atendimento do usuário em crise que, ao estabilizar o seu quadro sintomático, é encaminhado para a rede de saúde mental como a atenção primária ou ao ambulatório de saúde mental.

Os CAPS visam:

  • prestar atendimento em regime de atenção diária;
  •  gerenciar os projetos terapêuticos oferecendo cuidado clínico eficiente e personalizado;
  • promover a inserção social dos usuários através de ações intersetoriais que envolvam educação, trabalho, esporte, cultura e lazer, montando estratégias conjuntas de enfrentamento dos problemas.
  • organizar a rede de serviços de saúde mental de seu território;
  • dar suporte e supervisionar a atenção à saúde mental na rede básica, PSF (Programa de Saúde da Família), PACS (Programa de Agentes Comunitários de Saúde);
  • regular a porta de entrada da rede de assistência em saúde mental de sua área;
  • coordenar junto com o gestor local as atividades de supervisão de unidades hospitalares psiquiátricas que atuem no seu território;
  • manter atualizada a listagem dos pacientes de sua região que utilizam medicamentos para a saúde mental.

 

Quem são atendidos no CAPS

Pessoas com intenso sofrimento psíquico com transtornos mentais severos e/ou persistente incluindo transtornos relacionados á substâncias psicoativas como álcool e drogas.

 

Como é o atendimento no CAPS

O paciente procura o CAPS espontaneamente ou é encaminhado pela Estratégia Saúde da Família. Logo ao chegar, ele é acolhido por um profissional de saúde de plantão que irá avaliar se o seu estado psíquico exige a assistência dos profissionais do CAPS. Se o paciente tem condições receber o tratamento ele será contra referenciado á Unidade Básica de sua área de abrangência.

O profissional de saúde que faz o acolhimento do normalmente será o Terapeuta de Referência (TR) do paciente no CAPS, ou seja, é o profissional em que o usuário terá vínculo . O TR fará junto com o usuário o Projeto Terapêutico Singular (PTS) que englobará todas as atividades do usuário no CAPS como:

  • Psicoterapia;
  • Consultas médicas e de enfermagem;
  • Oficinas terapêuticas e outros.

No CAPS, de acordo com o PTS, o paciente ingressará no tratamento intensivo e a medida que melhore irá migrando pelo semi-intensivo e depois para o não-intensivo.

  • Atendimento Intensivo –  O usuário frequentará todos os dias o CAPS. São pacientes com intenso sofrimento psíquico que lhes impossibilita de viver em sociedade necessitando de atendimento contínuo. O atendimento pode ser feito em domicilio pois alguns pacientes podem não aceitar aceitar a intervenção dos profissionais do CAPS num primeiro momento provavelmente devido ao quadro delirante. São usuários em surto psicóticos e crises neuróticas.
  • Atendimento Semi-Intensivo –  O usuário pode ser atendido até 12 dias no mês. O paciente já apresentou melhora significativa do quadro sintomático mas ainda tem dificuldades de relacionamento necessitando de atenção direta da equipe para recuperar sua autonomia de vida.
  • Atendimento Não-Intensivo – O paciente não mais precisa de suporte contínuo da equipe pois o paciente já apresenta autonomia e consegue relacionar-se bem com sua família e sociedade. O usuário pode ser atendido até três dias no mês.

 

Quais atividades o CAPS pode oferecer:

  • Atendimento individual – consulta de enfermagem e médica, psicoterapia e outros;
  • Atendimento em grupo – oficinas terapêuticas, expressivas, geradoras de renda, alfabetização, culturais, grupos terapêuticos, atividades esportivas e outros;
  • Atendimento para a família – atendimento de família, atividades educativas e outras;
  • Atividades comunitárias – Festas comunitárias, atividades esportivas na comunidade, participação de eventos realizados na comunidade;
  • Assembleias ou Reuniões de Organização do Serviço:- Reuniões de profissionais com os pacientes e familiares, reuniões institucionais administrativas e reuniões de equipe para discussão de projetos terapêuticos. Tem a finalidade de melhorar o serviço oferecido á população. Devem ser realizados semanalmente.

 

Tipos de CAPS

CAPS I – Pode ser montado em municípios com população entre 20.000 e 70.000 habitantes. Horário de funcionamento: De 8 às 18 horas De segunda a sexta-feira;

CAPS II – Pode ser montado em municípios com população entre 70.000 e 200.000 habitantes Horário de funcionamento: das 8 às 18 horas De segunda a sexta-feira Pode ter um terceiro período, funcionando até 21 horas;

CAPS III – Pode ser montado em municípios com população acima de 200.000 habitantes Horário de funcionamento: 24 horas, diariamente, também nos feriados e fins de semana;

CAPSi – CAPS Infantil – Destinado a usuários de 0 a 18 anos de idade. Pode ser montado em municípios com população acima de 200.000 habitantes Horário de funcionamento: das 8 às 18 horas De segunda a sexta-feira Pode ter um terceiro período, funcionando até 21 horas;

CAPSad – CAPS destinados a usuários de álcool e outras drogas. Pode ser montado em municípios com população acima de 100.000 habitantes Horário de funcionamento: das 8 às 18 horas De segunda a sexta-feira Pode ter um terceiro período, funcionando até 21 horas.

 

Refeições no CAPS

O quantitativo de refeições que o paciente deve receber no CAPS deverá ser de acordo com o turno do usuário:

Turno de 4 horas – o paciente deve receber uma refeição diária;

Turno de 8 horas – o paciente deverá receber no mínimo duas refeições diárias;

Turno de 24 horas – o paciente deverá receber pelo menos quatro refeições diárias.

 

 

marcus

Website:

Deixe uma resposta